Os aparelhos dentários do futuro

Os aparelhos dentários do futuro

A situação atual da Ortodontia enquanto especialidade encontra-se num momento crucial que combina o conceito de terapêutica baseada na evidencia cientifica com o espetacular avanço tecnológico que produziu uma mudança de paradigma.

A Ortodontia encontra-se num momento de evolução, em que conceitos científicos clássicos estão a ser abolidos ou modificados com alguma rapidez. A Ortodontia Invisível é um bom exemplo: com o aumento de adultos nas consultas de Ortodontia, em que a sua maior queixa é a estética dos aparelhos, a sua comodidade e potenciais aborrecimentos com a fala, mastigação e vida social. Deste modo, a maior componente de investigação na Ortodontia está centrada na busca de soluções mais estéticas e confortáveis: destaco os brackets colados na face interna dos dentes, conhecida por Ortodontia Lingual. É o tipo de aparelho invisível mais sofisticado e preciso em os seus componentes são individualizados por componentes robóticos.

Outro tipo de aparelho invisível, é o sistema de alinhadores transparentes. O profissional com um programa informático específico pode determinar a quantidade de correção passo a passo, de cada placa e discuti-lo, via internet com o laboratório. De momento, no meu entender, não deverá ser prescrito a todos os casos, pois a sua eficácia não é comparável com tratamentos com Ortodontia Lingual, por exemplo, mas creio que vão ter um grande futuro pela sua invisibilidade parcial e principalmente pela sua grande comodidade.

Assim, o futuro dos aparelhos de Ortodontia passará sempre por processos de robótica computorizada, que permitirão uma maior personalização a cada tipo de paciente, e claro, aparelhos que sejam totalmente ou praticamente invisíveis.

Um dia próximo, ninguém usará aparelhos metálicos na boca!